Você sabia que as ações contra os planos de saúde estão aumentando cada vez mais?

O consumidor atual está cada vez mais ciente dos seus direitos. Por conta da exposição e do acesso à informação proporcionada pela internet e por uma facilidade maior em garantir que esses direitos serão cumpridos, as empresas estão tendo que se adaptar a uma realidade em que o consumidor tem uma voz mais forte. Uma consequência disto é o número de ações contra planos de saúde que estão aumentando cada vez mais.

O aumento no número de processos

Os dados são da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Desde 2011 é feito um levantamento que registra o número de ações deste tipo. No primeiro ano, o volume total de processos na cidade de São Paulo foi de 3.300 ações. Em 2017, esse número aumentou para praticamente 15.000 processos, ou seja, mais de 100 ações por dia, apenas na capital paulista.

De acordo com o estudo, os dois principais motivos para os processos são as negativas de seguradoras em cobrir certos atendimentos ou procedimentos. Dentre estes, cirurgias, operações e tratamentos para pacientes com câncer são os mais comuns. Em um patamar secundário, as questões contra pacientes idosos também recebem um grande destaque, desde aumentos abusivos na mensalidade, quanto a manutenção do contrato.

Além disso, é interessante acompanhar o andamento das decisões. A mesma pesquisa indica que em cada 10 casos, 9 são vencidos pelos usuários. Isso é um indicador de que existe algo errado com os planos de saúde?

Uma melhoria na legislação

O volume de processos indica que existe algo que precisa ser feito para melhorar essa relação, e com o percentual de vitórias tão grande em favor do usuário, conclui-se que o problema pode estar nos próprios planos de saúde.

Certos especialistas concordam que existe muito espaço para interpretação na lei, fazendo com que os planos de saúde neguem a cobertura. Porém, quando a decisão é passada a um tribunal, ela quase sempre se prova equivocada e favorecendo o usuário na maioria absoluta dos casos.

Como resolver esse problema?

Lidar com esse tipo de situação é um problema para todos os envolvidos. Os tribunais precisam encarar mais de 100 casos por dia, as corretoras ficam mergulhadas em processos que quase certamente irão perder e o usuário precisa lidar com esse problema em um momento em que a saúde está mais frágil. Além disso, o processo prejudica muito a relação com a seguradora. É uma situação que todos querem evitar.

Uma forma de fazer isso é contar com uma corretora que é especializada no assunto e que oferece assessoria jurídica para o cliente ter total ciência dos seus direitos.

As seguradoras precisam reavaliar a forma como elas veem o cliente. O usuário entende mais do que nunca os seus direitos e está disposto e preparado para lutar por eles. De acordo com os números, ele tem uma ótima chance de ter sucesso.

Uma mudança na lei pode se fazer necessária para limitar o espaço de interpretação das seguradoras e diminuir a incidência de processos. Já o usuário, pode optar por escolher a melhor corretora e evitar ter que lidar com esse tipo de problema.

Fale Conosco