contato@nnogueiraadvocacia.adv.br (11) 2647-4339 Av. Paulista, 1079 - 7º Andar Bela Vista - São Paulo / SP 01310-100

Você está procurando saber se o seu plano de saúde cobre medicamento interferon? Preparamos este artigo para tirar suas dúvidas sobre esse medicamento, além de esclarecer suas dúvidas em relação ao seu plano de saúde cobrir este tipo de medicamento.

O que é e quais são os efeitos do Interferon?

Antes de saber se seu plano de saúde cobre medicamento interferon, é importante conhecer o medicamento e saber seus efeitos. O interferon pertence ao grupo de glicoproteínas naturais de sinalização celular que da classe das citocinas.

Seus efeitos são

  • antiproliferativo;
  • imunomodulador;
  • antiviral.

Quando o medicamento interferon é indicado?

A medicação interferon é indicada na interferência da replicação de alguns tipos de vírus e bactérias. Trata-se de medicação com registro na Anvisa. Também recebe o nome de Avonex. Conforme sua bula, possui indicação para tratamento pacientes com Esclerose Múltipla e que tenham experimentado um único evento desmielinizante, associado a um processo inflamatório ativo, grave o suficiente para justificar o tratamento  com esta droga. Portanto é imprescindível que haja prescrição médica fundamentada, ou seja, esclarecendo qual o tipo de patologia e os motivos pelos quais foi escolhido tratamento com Interferon. Ainda assim, mesmo que seu médico prescreva tratamento com Interferon, se o tratamento da doença não estiver indicado na bula do medicamento, é  provável que o plano de saúde não irá cobrir este tratamento. Mas, como saber exatamente se o seu plano de saúde cobre medicamento interferon? Para o Poder Judiciário, esta negativa pode vir a ser considerada abusiva. Portanto, veja uma decisão judicial sobre plano de saúde cobre medicamento interferon.

Vejamos um recente julgado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, acerca da cobertura do Interferon pelo plano de saúde:

Ação de obrigação de fazer movida por pessoa portadora de “Hepatite B”, objetivando o fornecimento do medicamento “Interferon Peguilado alfa 2a 180ucg”. Sentença de  procedência. Há comprovação médica de que o autor é portador da doença referida,  necessitando da medicação indicada e de que não dispõe de situação sócio-econômica, que lhe permita arcar com o custo do tratamento. Responsabilidade pela prestação dos serviços de saúde, compartilhada por todos os entes políticos, (art. 196 da Constituição Federal de 1988). Escolha do tratamento a critério do médico que acompanha o paciente. Os planos de saúde sempre argumentam que o Interferon não possui cobertura contratual por não constar no ROL da Agência Nacional de Saúde. Mas, como já vimos acima, a justiça entende que se há pedido formulado pelo médico, cobertura para a doença, deve haver cobertura também porá o medicamento, como por exemplo o Interferon.

Seu  Plano de Saúde cobre medicamento Interferon?

Antes de saber, de fato, se o seu plano de saúde cobre medicamento interferon, peça para seu médico um relatório completo contendo o grau da doença e a necessidade de utilizar este tratamento. Então, para saber se o seu plano de saúde cobre medicamento interferon, procure um advogado especialista nesta área para lhe auxiliar e avaliar se existe a cobertura e quais as chances de êxito em um processo judicial. Cada vez mais, a justiça vem declarando e reconhecendo o tratamento médico conduzido e prescrito pelo próprio médico que acompanha o paciente e não o plano e saúde. Inclusive a precedentes no STJ – Superior Tribunal de Justiça: A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu que a operadora de plano de saúde não pode negar cobertura ao tratamento prescrito por médico, sob o fundamento de que o medicamento a ser utilizado está fora das indicações descritas em bula registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).   Se possui prescrição para tratamento com Interferon e o seu plano de saúde negou a cobertura, fale conosco que podemos ajudar.   Quer saber mais como funcionam as liminares? CLIQUE AQUI

Fale com um Advogado Especialista em Saúde